O Homem da Minha Vida

O Homem da Minha Vida
Author: Risoleta Pinto Pedro
Language Portuguese
Pages: 48
Genre: Uncategorized
Goodreads Rating: 3.00
Published: by Padrões Culturais

«O mundo é assim feito: eles e nós. Eles são o alicerce, a pedra bruta sacrificada à luz, nós a parte visível, a que, sem mérito, brilha. Um dia destes fui abordada por um sem-abrigo. Um tipo visivelmente idoso, visivelmente triste, visivelmente doente, visivelmente... invisível. Desses com quem o nosso olhar se cruza sem os ver, desses de quem o nosso olhar se desvia, um homem sombra, um homem consciência, uma testemunha viva do nosso inconsciente, um homem invisível. […] Este homem sombra abordou-me como tantos outros. Era para comer, para pagar a dormida, para medicamentos, o que mais me comovesse.

Estava em dia sim, eu. Tudo me comoveu.

Dei-lhe mais do que o razoável. Para comer, para a dormida, para os medicamentos, para que se fosse embora. Estava em dia não, eu. Não se foi embora. Estava em dia sim, ele. Ou talvez não.

[…] Que era demasiado... queria devolver- -me o excesso. Só precisava de um tanto. Ora eu não podia receber dinheiro de um sem-abrigo.

Não queria. Não ficava bem. Era absurdo. Contra a lógica do mundo. Um sem-abrigo não devolve dinheiro, não dá troco, sei lá por onde andaram as moedas que me queria devolver. […] Uma pessoa... decente, uma pessoa de bem, não aceita dinheiro de um sem-abrigo. Vai contra o estatuto, contra a dignidade, contra a lógica, contra a decência, contra tudo, pronto. Tentei explicar-lhe.

Não tentou entender. Não consegui que compreendesse, ou que, pelo menos, reconhecesse. Enfim, não o demovi. Irritada, virei-lhe as costas. Segui o meu caminho. Veio atrás de mim. Ignorei- o. Persistiu. Parei. Insistiu. Aceitei. Sorriu. Eu nunca tinha recebido dinheiro de um sem-abrigo.»